dor_id: 39425

506.#.#.a: Público

590.#.#.d: Los artículos enviados a la revista Acta Comportamentalia: Revista Latina de Análisis del Comportamiento se juzgan por medio de un proceso de revisión por pares

510.0.#.a: PsycINFO; Lingustics & Language Behavior Abstracts; Colegio Oficial de Psicólogos de Madrid (PSICODOC); Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal (Latindex);  Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidades (CLASE);  Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico (REDIB );  Periódicos Electrónicos en Psicología (PEPSIC); Revistas Académicas de la UNAM; Host Research Databases (EBSCO); Red de Revistas Científicas de América Latina y el Caribe, España y Portugal (REDALYC); SCOPUS

561.#.#.u: http://www.iztacala.unam.mx/

650.#.4.x: Artes y Humanidades

336.#.#.b: article

336.#.#.3: Artículo de Investigación

336.#.#.a: Artículo

351.#.#.6: http://www.revistas.unam.mx/index.php/acom

351.#.#.b: Acta Comportamentalia: Revista Latina de Análisis del Comportamiento

351.#.#.a: Artículos

harvesting_group: RevistasUNAM

270.1.#.p: Revistas UNAM. Dirección General de Publicaciones y Fomento Editorial, UNAM en revistas@unam.mx

590.#.#.c: Open Journal Systems (OJS)

270.#.#.d: MX

270.1.#.d: México

590.#.#.b: Concentrador

883.#.#.u: http://www.revistas.unam.mx/front/

883.#.#.a: Revistas UNAM

590.#.#.a: Coordinación de Difusión Cultural, UNAM

883.#.#.1: https://www.publicaciones.unam.mx/

883.#.#.q: Dirección General de Publicaciones y Fomento Editorial, UNAM

850.#.#.a: Universidad Nacional Autónoma de México

856.4.0.u: http://revistas.unam.mx/index.php/acom/article/view/62672/55084

100.1.#.a: Andretta, Ilana; Schneider, Jaluza Aimèe

524.#.#.a: Andretta, Ilana, et al. (2017). Prejuízos nas habilidades sociais em usuários de crack: Diferenças entre usuários e não usuários. Acta Comportamentalia: Revista Latina de Análisis del Comportamiento; Vol 25, No 4; 2017. Recuperado de https://repositorio.unam.mx/contenidos/39425

720.#.#.a: Andretta, Ilana; Schneider, Jaluza Aimèe

245.1.0.a: Prejuízos nas habilidades sociais em usuários de crack: Diferenças entre usuários e não usuários

502.#.#.c: Universidad Nacional Autónoma de México

561.1.#.a: Facultad de Estudios Superiores Iztacala, UNAM; Universidad de Guadalajara

264.#.0.c: 2017

264.#.1.c: 2017-11-30

653.#.#.a: Habilidades sociais; crack; drogas (uso); homens; comportamento aditivo

506.1.#.a: La titularidad de los derechos patrimoniales de esta obra pertenece a las instituciones editoras. Su uso se rige por una licencia Creative Commons BY-NC-SA 4.0 Internacional, https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/legalcode.es, fecha de asignación de la licencia 2017-11-30, para un uso diferente consultar al responsable jurídico del repositorio por medio del correo electrónico actacomportamentaliamx@gmail.com

884.#.#.k: http://revistas.unam.mx/index.php/acom/article/view/62672

041.#.7.h: spa

520.3.#.a: Prejuízos nas habilidades sociais podem interferir no processo de recuperação do usuário de crack. O objetivo deste estudo foi verificar o déficit nas habilidades sociais nos usuários de crack em tratamento em comunidades terapêuticas através da comparação entre usuários e não usuários. Participaram 96 homens, entre 18 e 60 anos, divididos em dois grupos: 48 usuários de crack em tratamento e 48 indivíduos não usuários de substâncias. Foram excluídos participantes com síndrome psicótica ou prejuízo cognitivo. Os instrumentos foram: Questionário de dados sociodemográfico e de padrão de consumo, o Inventário de Habilidades Sociais, a M.I.N.I e o Screening cognitivo do Wais. Os resultados identificaram menores habilidades sobre Enfrentamento com Risco entre os indivíduos não usuários de substâncias. Porém, identificou-se prejuízos significativos nas habilidades sociais entre os usuários de crack quando comparados aos não usuários, em relação à Conversação e desenvoltura social e ao Autocontrole da agressividade a situações aversivas. Dessa forma, o conhecimento sobre desenvolvimento das habilidades sociais nesta população poderia auxiliar no processo de recuperação do usuário de crack.

773.1.#.t: Acta Comportamentalia: Revista Latina de Análisis del Comportamiento; Vol 25, No 4 (2017)

773.1.#.o: http://www.revistas.unam.mx/index.php/acom

022.#.#.a: ISSN impreso: 0188-8145

310.#.#.a: Cuatrimestral

264.#.1.b: Facultad de Estudios Superiores Iztacala, UNAM; Universidad de Guadalajara

758.#.#.1: http://www.revistas.unam.mx/index.php/acom

handle: 531a963ad8fbffc0

harvesting_date: 2019-02-06 00:00:00.0

856.#.0.q: application/pdf

last_modified: 2022-03-15 11:35:00

license_url: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/legalcode.es

license_type: by-nc-sa

_deleted_conflicts: 2-b0696cc68e057030ae4a513d70813b71

No entro en nada

No entro en nada 2

Artículo

Prejuízos nas habilidades sociais em usuários de crack: Diferenças entre usuários e não usuários

Andretta, Ilana; Schneider, Jaluza Aimèe

Facultad de Estudios Superiores Iztacala, UNAM; Universidad de Guadalajara, publicado en Acta Comportamentalia: Revista Latina de Análisis del Comportamiento, y cosechado de Revistas UNAM

Licencia de uso

Procedencia del contenido

Cita

Andretta, Ilana, et al. (2017). Prejuízos nas habilidades sociais em usuários de crack: Diferenças entre usuários e não usuários. Acta Comportamentalia: Revista Latina de Análisis del Comportamiento; Vol 25, No 4; 2017. Recuperado de https://repositorio.unam.mx/contenidos/39425

Descripción del recurso

Autor(es)
Andretta, Ilana; Schneider, Jaluza Aimèe
Colaborador(es)
Andretta, Ilana; Schneider, Jaluza Aimèe
Tipo
Artículo de Investigación
Área del conocimiento
Artes y Humanidades
Título
Prejuízos nas habilidades sociais em usuários de crack: Diferenças entre usuários e não usuários
Fecha
2017-11-30
Resumen
Prejuízos nas habilidades sociais podem interferir no processo de recuperação do usuário de crack. O objetivo deste estudo foi verificar o déficit nas habilidades sociais nos usuários de crack em tratamento em comunidades terapêuticas através da comparação entre usuários e não usuários. Participaram 96 homens, entre 18 e 60 anos, divididos em dois grupos: 48 usuários de crack em tratamento e 48 indivíduos não usuários de substâncias. Foram excluídos participantes com síndrome psicótica ou prejuízo cognitivo. Os instrumentos foram: Questionário de dados sociodemográfico e de padrão de consumo, o Inventário de Habilidades Sociais, a M.I.N.I e o Screening cognitivo do Wais. Os resultados identificaram menores habilidades sobre Enfrentamento com Risco entre os indivíduos não usuários de substâncias. Porém, identificou-se prejuízos significativos nas habilidades sociais entre os usuários de crack quando comparados aos não usuários, em relação à Conversação e desenvoltura social e ao Autocontrole da agressividade a situações aversivas. Dessa forma, o conhecimento sobre desenvolvimento das habilidades sociais nesta população poderia auxiliar no processo de recuperação do usuário de crack.
Tema
Habilidades sociais; crack; drogas (uso); homens; comportamento aditivo
Idioma
spa
ISSN
ISSN impreso: 0188-8145

Enlaces